sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Alma Minha Gentil, Que Te Partiste

Sempre me encantaram os poemas e sonetos, pela capacidade que possuem de me elevar pensamentos e sentimentos... cada estrofe, cada verso, era como a nota melodiosa de uma linda música a me envolver idéias e sentimentos! Encerrando essa semana, deixo essa postagem, no desejo que todos que porventura venham a visitar essa página, saiam com o pensamento mais leve e o coração mais terno... grande abraço a todos e o fim-de-semana seja muito especial!! Fiquem com Deus!!!








Diogo do Couto, amigo do poeta português, Luis Vaz de Camões (1524-1580), registrou sua visita a Camões em Moçambique, onde o encontrou triste e desolado, sobretudo, pela morte de Dinamene, uma chinesinha muito linda que viajava com o poeta e morreu no naufrágio da foz de Mecom. A ela, segundo Diogo do Couto, Camões dedicou um de seus mais célebres sonetos: Alma Minha gentil, que te partiste.

Um dos sonetos de Camões (Espirito), psicografado por Jorge Rizzini no livro Antologia do mais Além, intitula-se: Alma amiga que à Terra te partiste.
Apresentamos os dois sonetos para a apreciação dos leitores:





Alma Minha gentil, que te partiste
(Camões - Encarnado)

Alma minha gentil, que te partiste
Tão cedo desta vida, descontente,
Repousa lá no Céu eternamente,
E viva eu cá na terra sempre triste.


Se lá no assento Etéreo, onde subiste,
Memória desta vida se consente,
Não te esqueças daquele amor ardente
Que já nos olhos meus tão puro viste.

E se vires que pode merecer-te
Alguma cousa a dor que me fitou
Da mágoa, sem remédio de perder-te,

Roga a Deus, que teus anos encurtou,
Que tão cedo de cá me leve a ver-te
Quão cedo de meus olhos te levou.





Alma amiga que à Terra te partiste...
(Camões - Espirito)

Alma amiga que à Terra te partiste
Em busca do viver tão descontente,
Que te abençoe Deus eternamente,
E que te faça leve o fado triste.



Bem sei que a evolução do ser consiste
Nas mil reencarnações que o Pai consente,
E que aos Céus voltarás em luz fulgente,
Inda maior que quando aqui subiste;

Mas, se na Terra, um dia, a crua dor
Envolver-te a formosa e gentil alma,
Que te não desespere o duro fado;

Ah! Roga aos Céus com teu imenso amor
Que bem cedo eu te leve a doce calma,
Quão cedo ma trouxeste no passado!


- Texto de Altamirando Carneiro, retirado da ed. nº 45 da revista Universo Espirita

17 comentários:

Déia disse...

Oi anjo obrigada pelos votos de bom almoço via SMS rsrs..
Se gostou to tro voando?? kkkkk beijos .. depois volto pra comentar seu post
beijos

Déia disse...

Oi querido anjo.. conforme o prometido aqui cá estou de volta , agora com mais calma para ler e comentar sua postagem.
Bem voce tambme conhece o meu verdadeiro facínio por poemas e poesias né...
Tanto que sempre me envia coisas belas no orkut...
Sem contar o livro que me mandaste de poemas uma vez ..
Bem nessa sua postagem se distingue o amor que Camoes tinha porque aquele serzinho que o naufragio levou.
O primeiro soneto com ele ainda encarnado se sente um homen repleto de dor por alguem amado que perdeu, é todo um sentimentalismo e dor derramado em cada esfrofe.
Já no outro soneto , de Camoes desencarnado, em sua psicografia ja se sente um espirito que realmente caía em sí da verdadeira vida (á vida espiritual)..

Querido, mais uma linda postagem ressaltando o espiritismo que é a luz da alma que anseia por libertação...
Uauuuuuuuuuu amigo .... simplesmente Uauuuuuuuuuu

REGGINA MOON disse...

Diogo...parece que nossas postagens entraram em sintonia hoje..."Alma Minha Gentil, Que Te Partiste", tem muito a ver com "Nada dura para sempre, só o céu e a terra.../Poeira no vento
Tudo que somos é poeira no vento."
São reflexões que nos aprimoram a maneira de pensar.
Beijos querido...
Em visita,
Reggina Moon

Multiolhares disse...

lindo este poema de Luis vaz de Camões tanto nos pode dizer, tanto nos pode fazer pensar, um aparte acho formidavel a forma como voces enaltecem os poetas da nossa comum lingua nós aqui não ligamos muito aos nossos poetas a não ser que gostemos de poesia,pouco é dado nas escolas
beijinhos de bom fim de semana

FRAN "O Samurai" disse...

Olá amigo Diogo!

Também sou admirador de poemas! Poemas são a porta para os sentimentos do coração!

Não sou bom com poemas mas faço os meus de vez enquando! Mas tem pessoas que são tão criativas nessa parte sentimental das palavras que até fico triste comigo! Hehehe! Daí penso... Porque não sou tão bom nisso?

Queria ser um poeta daqueles que a inspiração nunca termina!

Adorei ler os poemas de Camões! Esse foi mais um gênio das palavras.

Abraço Diogo e desejo um grande fim de semana com bastante poesia em sua vida!

Eliana disse...

Bom Dia, Diogo

Lindo post para desejar um maravilhoso final de semana.

Fique com Deus,

Um maravilhoso final de semana para você, também.

Um forte abraço,

Vanessa. disse...

Grande senhor, Luís Vaz de Camões!

Branca disse...

Conhecendo seu blog...gosto muito de poemas também...
Muito legal o jeito como posta, voltarei mais vezes...

Branca.

Lucí disse...

Ola amigo..

Uma aula de cultura como sempre,.. poemas.. ah os poemas, são os um dos meus maiores problemas, não no pior sentido, mas no melhor.. gosto mas eu nunca os consigo compreender devidademente, leio ..releio e a cada vez uma nova interpretação.. eles são tao subjetivos e eu tenho problemas com a subjetividade..

Bjooo, obrigada, tbm tenha um ótimo final de semana!

Izinha disse...

Realmente o coração fica mais leve e a alma mais alimentada...a postagem de hj, com essa mistura do real com o espírito demota a grandeza de todos os sentimentos envoltos nesse mar de mistério q são as poesias e poemas.

obrigada pelo carinho e desejo um fds repleto de alegrias!

bjos!

Thiago disse...

primeira vez que venho aqui, li, gostei, voltarei mais vezes! Agradeço a visita lá no meu canto e qualquer coltada ao espiritismo, as doutrinas espiritas me interessa demais! Fique feliz em ter encontrado esse espaço aqui!

Cleo disse...

Diogo, obrigada pela visita, só assim pude conhecer teu maravilhoso espaço.
com certeza saio daqui radiante de energias positivas, alma leve.
Um magnífico fim de semana prá ti.
Beijos!
Cleo

Bete disse...

linda postagem.
Passei para agradecer o carinho e desejar uma otima semana.
Bjs

Conde Vlad Drakuléa disse...

Maravilhosos poemas e sonetos estes! E adorei as imagens, adoro as mulheres orientais... Eu vou indo meu caro, estou bem e espero que também estejas...

Obrigado pela belíssima postagens, que Teu Anjo Guardião sempre ande ao teu lado, e um grande abraço do conde e do Luiz :)

Até breve :D

Simplesmente Amor disse...

Olá Amigo! Vim agradecer o carinho da sua passagem no blog.

Aproveito para apreciar a riqueza da sua postagem, não conhecia a outra poesia.Tão maravilhosa quanto a primeira!

Tenha uma semana repleta de: amizade, alegria e paz!

Um beijo carinhoso para você!

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Que belos poemas trouxeste aos teus leitores... Terminar assim uma semana renova as alegrias, as energias para se nascer em outros dias!
beijos e borboleteios

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Ah, Diogo, o final de semana foi bem movimentado!
Eu estava participando de um retiro de Ninjutsu - a arte marcial que eu pratico. Foi muito bom para o meu corpo - apesar dos roxos e do cansaço - e para minha mente.
=D
E o seu?
Que você tenha uma linda semana!
beijos e borboleteios...